domingo, 26 de dezembro de 2010

Quando a vida acontece.


Desde de uns meses, venho sentindo uma diferença muito grande na minha vida. Antes, queria tocar o ceu e me sentia mal por ter pouca idade e não conseguir. Achava que nada na minha vida ia acontecer e que não podia fazer nada.
De repente, tudo mudou. Não sei se a maturidade chegou ou se realmente atingi a paz espiritual. Só sei que vivo bem, em paz, tranquilo.

As pessoas passam muito tempo querendo as coisas e eu estou me preparando para as coisas. Quero que, quando a vida colocar as oportunidades na minha frente, eu possa vê-las e escolhê-las do modo que estou hoje. Acho que, assim, consigo ver as coisas melhor, sem afobação, expectativas, sem nada.

Hoje, vivo cada dia. Aproveito cada minuto. Nada aconteceu. Simplesmente, comecei a sentir um frio na barriga. Sabe quando estamos muito apaixonados? E assim que me sinto.
Só que não existe ninguém nesta paixão além da minha propria pessoa e a vida. Vontade de viver. Não passei por nenhum aperto, não precisei sofrer pra enchergar e valorizar a vida, isso veio de dentro de mim.

Resolvi fazer este post não para exibir a minha felicidade, mas para que as pessoas, as vezes o lendo, possam mudar a sua vida de 2011 em diante. Vamos viver. Nossa estadia aqui e curta demais para vermos a vida só do lado dos problemas. Eu não precisei ganhar na loteria para estar bem, não estou namorando ninguém e nada de inacreditável aconteceu.

Acho que a maturidade chegou bem pra mim e consigo ver a vida de uma forma boa.
Pra que passar pela vida levando tudo tão a sério e com tanto drama?

Vamos viver tudo que há pra viver!